Projetos e grupos que transformaram a realidade local em 2017 são reconhecidos em Camboriú

Projetos e grupos que transformaram a realidade local em 2017 são reconhecidos em Camboriú

A cidade de Camboriú foi a anfitriã na noite desta terça-feira, dia 27, de uma cerimônia de reconhecimento e certificação voltada a organizações dos três setores que ajudaram a transformar para melhor a vida da comunidade local em 2017. O Selo Social, desenvolvido pelo Instituto Abaçaí, foi entregue às 22 organizações – entre empresas, governo e sociedade civil organizada – que juntas realizaram 105 projetos de impacto social ao longo do último ano, beneficiando mais de 60 mil pessoas.

O tema do ciclo 2017 do Selo Social, “integrando e reconhecendo Camboriú e Balneário Camboriú”, norteou os projetos desenvolvidos e também os discursos da noite. Áureo Giunco Junior, presidente do Instituto Abaçaí, destacou que essa foi a primeira vez que as duas cidades se uniram num só ciclo do Selo Social, aproximando pessoas, organizações e governos.

“Me sinto honrado por ser o anfitrião desta noite”, discursou o prefeito Elcio Rogério Kuhnen. Ele parabenizou os envolvidos nas ações desenvolvidas durante o ciclo 2017 do Selo Social e destacou a importância da atitude dos agentes, grupos e voluntários que participaram das formações para desenvolvimento das propostas, além de se empenharem na execução dos projetos junto à comunidade.

A secretária de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, Andréia de Souza Machado, foi a responsável pela articulação do Selo na cidade e também reforçou a importância das ações realizadas de maneira integrada com diferentes parceiros. “Esse novo ciclo teve como destaque o tema da integração e de fato pudemos perceber que, juntos, alcançamos um impacto ainda maior”, defendeu.

Projetos da Prefeitura são certificados

Entre os projetos reconhecidos com o Selo Social na noite, estão iniciativas da Prefeitura de Camboriú como a Escola de Panificação, o Programa Tatu de Educação Socioambiental – da Fundação de Meio Ambiente (Fucam) – e o “Sustentabilidade na Escola: uma realidade atual e solidária”, voltado para reciclagem e doação de roupas e insumos para entidades que atendem pessoas em vulnerabilidade.

Também integram a lista de certificados com o Selo Social na cidade o Grupo da Melhor Idade Raio de Sol, Associação Camboriuense de Judô (Acaj), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Associação Kadiz Esporte & Lazer, Grupo Escoteiro Terra do Vale e Viação Praiana.

Novo Ciclo

O ciclo 2018 já foi lançado e tem como tema “Inovando e integrando BC e Camboriú”. Segundo Áureo Giunco Junior, o objetivo é incentivar ainda mais a criatividade nas ações sociais desenvolvidas nas duas cidades. O Selo Social é promovido pelo Instituto Abaçaí em parceria com as prefeituras de Camboriú e BC, Faculdade Avantis e Instituto Federal Catarinense (IFC).

Fonte: Prefeitura Municipal de Camboriú

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Enquetes

1

  • Segurança (100%, 1 Votos)
  • Geração de Emprego (0%, 0 Votos)
  • Combate a Corrupção (0%, 0 Votos)
  • Saúde (0%, 0 Votos)
  • Educação (0%, 0 Votos)

Total de Participantes:: 1

Carregando ... Carregando ...

COMENTÁRIOS NOVOS

    %d blogueiros gostam disto: